cabiriaemfuga

cap. 47

In sonhos de cabíria on 25/08/2011 at 15:21

Entornando o pôr-do-sol com três moedas nos bolsos e não mais que duas palavras no calibre enferrujado.

E ela morreria, sempre: ele era todo o risco que ela precisava correr.

Anúncios